Palavras escritas; erotismo e sensualidade, imagens da vida; sonhos e realizações. Um mundo em movimento...
Terça-feira, 28 de Março de 2006
O Amor, quando se revela...
amor.JPG

Cada verso lido é para a alma, como um copo d’água para o corpo cansado. Revive, dá ânimo e sempre nos deixa com a impressão de que não há nada no mundo tão bom quanto àquela sensação de plena satisfação.

O Amor, quando se revela
Por: Fernando Pessoa

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.
Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer
Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!
Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...


publicado por Pedro às 21:04
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De nothing a 4 de Abril de 2006 às 13:52
Poucos comentários!!! deve faltar visitantes ao blog e não admira se compararmos com outros que circulam por cá. À falta de criatividade própria, ausencia de dom natural e apetência para a poesia, espiritualidade e belezas interiores, publicam-se textos de outros que o tiveram em demasia. Que pobreza a destes humanos, que ousam exibir-se sem terem dotes nenhuns para tal.


De J a 3 de Abril de 2006 às 04:19
Bela Escolha!
Fernando Pessoa é tudo de bom,u m poeta rico,denso e intrigante, de uma simplicidade e transparência belíssimas. Porque quem ama nunca sabe o que ama/Nem sabe por que ama, nem o que é amar.../Amar é a eterna inocência,/ E a única inocência não pensar..."



Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Nova morada

...

M u l h e r . . . . . .

Inocência...

Namorados...

Solidão...

A vida é bela...

ABORTO - Sim, lógico....

Revoltado...

Um NaTal ChEio De aMoR...

arquivos

Abril 2009

Dezembro 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Outubro 2005

Maio 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds